Blog

Home/Blog/Você acredita que Temer acabará com a corrupção e a crise?

Você acredita que Temer acabará com a corrupção e a crise?

Quem me acompanha sabe que não votei em Lula nem em Dilma. Queria muito a derrota do PT em 2014, por várias razões. Mas quando vejo esse processo de impeachment comandado pelas oligarquias econômicas em associação com as grandes corporações midiáticas sinto profundo mal-estar. Soma-se a isto, significativa parcela do banditismo político nacional (chamados de “fisiológicos”). Claro que há algumas exceções honrosas apoiando o impeachment de Dilma, pessoas que admiro e respeito profundamente, mas a cabeça do processo não é desses homens de bem.

Não estou aqui querendo livrar a cara do petismo pragmático que ocupa o poder desde 2013. O governo Dilma é um desastre econômico, socioambiental, LGBT, feminista, indígena, quilombola etc. Apresentou retrocesso democrático (a lei antiterrorismo é um exemplo disso), foi aliado do fundamentalismo religioso, cooptou os movimentos sociais subordinando-os aos interesses de um governo vendido a esquemas históricos de corrupção sistêmica. E ainda tem muito mais a ser criticado no petismo.

Não defendo Lula, Dilma ou sua coalizão com o agronegócio, Collor, Maluf, Delfim Neto e o PMDB. Está claro isso.

Por outro lado, quando vejo a possibilidade de um novo governo encabeçado por Michel Temer, tendo Eduardo Cunha como vice-presidente efetivo e Renan Calheiros como presidente do Senado não posso ficar calado. Esse novo governo nasceria ancorado nos setores mais reacionários e subjugados à agenda dos mercados, por certo que isso me dá pavor.

Não quero um, nem outro. Nem Dilma nem Temer, mas me coloco contra o impeachment pelas razões que exponho aqui.

Estou fora dessa polarização PT versus PMDB/PSDB, mas suspeito que, com a coalizão PMDB/DEM/PP/PSDB no comando do país, a Operação Lava-Jato irá sumir do mapa, bem como as investigações do CARF. Temer vazou seu ensaio de discurso pós-impeachment e nada disse, em 14 minutos, sobre corrupção ou Operação Lava-Jato. Independente das limitações estruturais/políticas dessas investigações – e eu não tenho juiz como herói – é claro que Temer enviou a senha para os bandoleiros: “No meu governo, fiquem tranquilos”.

Se tudo isso não bastasse, ainda há o ultraliberalismo do programa de governo do PMDB batizado como “Uma ponte para o futuro”, tendo o gato angorá do Moreira Franco como mentor intelectual. É dose cavalar contra os interesses da maioria social e, em especial, das classes trabalhadoras. É um programa de governo tão regressivo que FHC irá parecer “de esquerda”.

Qual é a saída?

Estou desanimado. Considero que novas eleições seriam a saída mais legítima e democrática. O recall ou revogação de mandato é uma bandeira tradicional da esquerda que nunca teve medo do povo, das urnas ou de eleições, ao contrário dos fascistas. Infelizmente, é pouco provável que essa guinada radical e democrática aconteça, principalmente se Temer assumir.

Neste caso, com o PMDB no comando, as classes dominantes vão jogar pesado para “acalmar o ambiente”, garantir os ganhos de capital e paralisar o ímpeto da Operação Lava-Jato que ameaça alcançar os grandes operadores.

Eu prefiro ficar com a utopia democrática e, por isso mesmo, rejeito publicamente esse arranjo pelo alto, essa guerra de facção pelo poder onde o povo, mais uma vez, assiste a tudo bestializado. Eu, se lá estivesse, diria “não”, mas sem nenhum tipo de adesismo ao governo do PT. O meu “não” seria contra Michel Temer e não por algum “golpismo”, mas por conta do que ele representa.

MARCIO SALES SARAIVA é sociólogo/cientista político, apaixonado pelas reflexões teológicas, mestre em políticas públicas pelo PPGSS-UERJ e pai de Tatiana, Michel, Gabriela e Isabela. É um democrata de esquerda que defende os ideais de justiça, igualdade e direitos humanos. Milita na defesa de direitos da comunidade queer/LGBT e considera o amor/caridade como caminho sagrado para o encontro com o Divino.
Gostou do artigo?
Assine a newsletter e receba as novidades em primeira mão!

2 respostas para “Você acredita que Temer acabará com a corrupção e a crise?”

Mª Valentina Sena e Silva said On 13 abril 2016 Responder

Gostei de saber que vc pensa assim, querido amigo Marcio Sales Saraviva

Marcio Sales Saraiva said On 13 abril 2016 Responder

Estamos juntos então.

Deixe uma resposta para Marcio Sales Saraiva Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>